ORIENTAÇÕES GERAIS – LEILÕES JUDICIAIS

  • Os bens serão anunciados exclusivamente na modalidade online, um a um, indicando-se o valor da avaliação e o valor do lanço mínimo, nas condições e estado em que se encontrem, conforme descrição(ões) constante(s) no(s) lote(s) anunciado(s) no respectivo edital.
  • Para participar do leilão eletrônico, o(a) interessado deverá se cadastrar no sítio informado pelo(a) leiloeiro(a) oficial incumbido(a) de realizar a alienação judicial do bem, com a antecedência de até 48 (quarenta e oito) horas ao leilão, sob pena de não ser efetivada a validação do cadastro efetuado, preenchendo os dados solicitados, pelo que responde civil e criminalmente, com a observância das condições contidas no edital respectivo.
  • O(a) licitante deverá encaminhar os seguintes documentos ao(à) leiloeiro(a): I - cópia autenticada ou documento digital de identidade com foto e CPF;
    1. - cópia autenticada ou comprovante de residência digital;
    2. - contrato de adesão com assinatura digital ou reconhecimento de firma;
    3. - declaração, sob as penas da lei, de que não possui nenhum grau de parentesco com o(a) leiloeiro(a), nem tampouco com os(as) magistrados(as) das unidades às quais estejam vinculados os processos do Leilão Judicial Unificado em que tem interesse de ofertar lances, bem como de ter cumprido todas as obrigações decorrentes de leilões judiciais anteriores
  • Estarão impedidas de participar do leilão judicial as pessoas físicas e jurídicas que deixaram de cumprir suas obrigações em leilões anteriores, criaram embaraços na qualidade de arrematantes, em processo de qualquer das Varas do Trabalho da Segunda Região.
  • Os lances somente serão aceitos na modalidade eletrônica, obedecendo às normas complementares específicas para o Leilão Eletrônico.
  • Os bens que não forem objeto de arrematação no decorrer do leilão judicial serão apregoados novamente (repassados) ao final do evento, na mesma data. O lance mínimo, nesta hipótese, observará o mesmo percentual considerado para o lote como um todo.
  • Os lotes poderão ser desmembrados para alienação em leilão judicial somente no repasse.
  • Ao arrematante não é dado o direito à devolução do bem móvel ou imóvel, sob a alegação de vícios não aparentes (redibitórios)
  • Compete ao interessado no(s) bem(ns) a pesquisa dos valores de débitos junto aos diversos Órgãos.
  • O exequente que não adjudicar os bens constritos perante o Juízo da execução antes da publicação do edital, só poderá adquiri-los em leilão judicial unificado na condição de arrematante, mas com preferência na hipótese de igualar o maior lance.
  • A comissão do leiloeiro, no importe de 5% (cinco por cento), na hipótese do exequente ser o arrematante, deverá ser paga no ato e diretamente ao leiloeiro, mediante recibo que será anexado ao processo de execução.
  • O arrematante, que não seja credor no processo, pagará, no ato do acerto de contas do leilão judicial, a título de sinal e como garantia, uma primeira parcela de, no mínimo, 20% (vinte por cento) do valor do lance, além da comissão do(a) leiloeiro(a), de 5% (cinco por cento) sobre o mesmo valor.
  • O sinal será recolhido através de boleto bancário, à disposição do Juízo da execução, perante o Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal, conforme a hipótese.

  • A comissão devida ao(à) leiloeiro(a) público(a) oficial não está inclusa no valor do lanço e deverá ser quitada, mediante depósito bancário em conta corrente informada pelo(a) leiloeiro(a) designado(a), no mesmo prazo destinado ao pagamento do sinal da arrematação.
  • O valor restante deverá ser pago no primeiro dia útil subsequente à data da realização do leilão judicial, diretamente na agência bancária autorizada, mediante boleto bancário enviado por ocasião do leilão ou emitido diretamente nos sítios do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica Federal.
  • Por ato voluntário, o arrematante poderá efetuar o pagamento do sinal em percentual superior a 20%, bem como poderá depositar 100% do valor de arrematação.
  • Há previsão de parcelamento no provimento GP/CR nº 07/2021:
  • Conforme art. 17, o licitante interessado em adquirir o bem penhorado em prestações, deverá ofertar lance diretamente no site do leiloeiro atendendo às seguintes condições:
  • O lance ofertado para pagamento à vista sempre prevalecerá sobre os lances ofertados para pagamento parcelado de mesmo valor;
  • O lance ofertado para pagamento parcelado em menor número de parcelas prevalecerá sobre os demais lances parcelados de mesmo valor;
  • Oferta de sinal de pelo menos 25 (vinte a cinco por cento) do valor do lance à vista e o saldo restante, parcelado em até 30 (trinta) meses. As parcelas serão corrigidas monetariamente pelo Índice Nacional de Preço ao Consumidor Amplo Especial (IPCA- E) ou por outro que venha a substituí-lo.
  • Não serão aceitos parcelamentos com parcelas inferiores a R$ 1.000,00 (mil reais).

 

  • O parcelamento será garantido por hipoteca sobre o próprio bem, quando se tratar de imóveis e por caução idônea, quando se tratar de bens móveis (exemplo de caução idônea: apresentação de seguro garantia, fiança bancária, imóvel ou veículo em nome do arrematante, livre e desembaraçado, com valor declarado suficiente para garantir o pagamento do lance), caução esta condicionada à aceitação pelo Juiz Presidente dos Leilões Judiciais.
  • Não sendo aceita a caução idônea pelo juiz, ou no caso da sua não apresentação ao Leiloeiro no prazo de 24 horas ao ato, a forma de pagamento do saldo remanescente automaticamente será alterada para “À VISTA”, nesse caso, o arrematante declara desde já ciência da condição estabelecida, se comprometendo a efetuar o pagamento na forma acima determinada.
  • No caso de atraso no pagamento de qualquer das prestações, incidirá multa de 10% (dez por cento) sobre a soma da parcela inadimplida com as parcelas vincendas.
  • O inadimplemento autoriza o exequente a pedir a resolução da arrematação ou promover, em face do arrematante, a execução do valor devido, devendo ambos os pedidos serem formulados nos autos da execução em que se deu a arrematação.
  • Aquele que desistir da arrematação, ressalvadas as hipóteses dos artigos 775 e 903, §5º, do Código de Processo Civil, ou não efetuar o depósito do saldo do valor ofertado, perderá o sinal dado em garantia, bem como a comissão paga ao leiloeiro e ficará proibido de licitar em leilões judiciais.
  • Na hipótese de não cumprimento dos depósitos relativos à arrematação e à comissão do(a) leiloeiro(a) oficial nos prazos estabelecidos, aplicar-se-ão as disposições do § 3º do art. 13 do Provimento GP/CR nº 07/2021, sem prejuízo de eventual responsabilidade penal, civil, administrativa, multa ou outra consequência legal.
  • De posse da Carta de Arrematação, o interessado deverá entrar em contato com o depositário do bem móvel e marcar dia e hora para sua retirada. Tratando-se de bem imóvel ou de veículo, o interessado deverá dirigir-se diretamente ao Cartório de Registro de Imóveis ou ao Detran, respectivamente, para proceder à transferência de propriedade, no prazo de 15 (quinze) dias.
  • Em se tratando de bem imóvel e havendo moradores no local, o arrematante deverá formular requerimento ao Juízo da execução para emissão do mandado de intimação para desocupação do imóvel.
  • Se, eventualmente, ocorrer a impossibilidade de retirada ou transferência do bem, o arrematante deverá comunicar o fato, por escrito, ao Juízo da Execução.
  • O exercício do direito de preferência deverá ser requerido junto ao(à) leiloeiro(a), por endereço de correio eletrônico (e-mail) designado no edital, com a antecedência de até 48 (quarenta e oito) horas ao leilão.

 

 

1. CADASTRO
O USUÁRIO deverá previamente se cadastrar na Unileilões. Os cadastros deverão ser efetuados com antecedência mínima de 24 (vinte e quatro) horas antes do término do leilão. Após este prazo, poderão não ser aprovados a tempo de participar daquele evento. O USUÁRIO cadastrado também deverá ler com atenção e aceitar o Contrato de Adesão para Acesso e Utilização do Site Unileilões  (www.unileiloes.com.br), antes de participar. A Unileilões  efetuará as avaliações para a aprovação dos cadastros solicitados a seu exclusivo critério e parâmetros, e caberá a mesma a decisão de aprovação ou não para acesso aos leilões, sem que isto implique em direito algum ao solicitante do cadastro. Após a aprovação do cadastro, o sistema irá encaminhar um e-mail para a caixa de e-mail informada - Atenção para provedores que possuem anti-spam. A aprovação dos cadastros deverá ser efetuada dentro do prazo acima estipulado, devido a necessidade de análise. A senha de acesso será definida pelo USUÁRIO que participar do leilão, assim, caso o USUÁRIO deseje não ser reconhecido pelos demais participantes, deverá escolher um apelido não identificável.

2. LEILÃO
Os pregões serão realizados sob a responsabilidade de um Leiloeiro Oficial e/ou Gestor Judicial. Os lotes serão oferecidos em data anterior ao leilão, para que os USUÁRIOS possam ofertar seus lances, sendo o bem vendido pela maior oferta, desde que o valor do lance seja igual ou superior ao preço mínimo estabelecido pelo Comitente Vendedor. Durante o leilão que se realizará pela rede mundial de computadores, ou em local previamente descrito no Edital, bem como também previstas as datas e horários, o USUÁRIO cadastrado na Unileilões, devidamente aprovado, poderá participar do pregão, fazendo seus lances e acompanhando a disputa do lote com eventual público presente, em tempo real, em seu computador conectado à internet. O lance vencedor será comunicado ao público participante e ao USUÁRIO através do Leiloeiro Oficial e/ou Gestor Judicial. O horário de início do leilão na internet sempre será o horário nacional de Brasília/DF, Brasil. Os lotes anunciados no site poderão sofrer alterações até o início de cada leilão, por isso é importante ficar atento para as informações que estarão aparecendo no momento da venda de cada lote. Os Comitentes Vendedores reservam-se no direito de, a seu exclusivo critério, retirar, reunir ou adicionar lotes, antes ou durante o pregão, sem que isso implique em qualquer direito aos participantes. É de responsabilidade dos arrematantes a visita aos bens disponíveis para a venda antes do pregão, não podendo alegar desconhecimento e fazer reclamações de nenhuma espécie e em nenhum momento após a arrematação.

3. LANCES
A participação no leilão será permitida a todos aqueles que se cadastrarem e forem aceitos pela Unileilões. Poderá existir leilões com condições especiais para permitir a participação; nesta situação, o sistema sempre irá publicar o contrato específico daquele evento para que o USUÁRIO tome conhecimento e faça sua opção de aceitar ou não essas condições. Nesse caso, somente com a aceitação das condições específicas do leilão será possível efetuar lances através do sistema da Unileilões . Os lances vencedores serão concretizados, em tempo real, no momento em que o Leiloeiro Oficial e/ou Gestor Judicial responsável pelo leilão formalizar o encerramento do lote, a seu critério, divulgando isso através do computador, veiculando a informação na internet, ou com definição de horário pré-determinado para encerramento.

4. PAGAMENTO
Os arrematantes USUÁRIOS ficam cientes que, além do valor da aquisição, terão que pagar a comissão de 5% (cinco por cento) sobre o lance ofertado à título de comissão do Leiloeiro Oficial ou Gestor Judicial, conforme legislação, mais as despesas divulgadas nas Normas, Editais e Catálogos de leilões. Após o evento, o USUÁRIO que participou do leilão e teve seu lance vencedor receberá um e-mail confirmando sua arrematação, devendo então, no prazo de 24 (vinte e quatro) horas, fazer o pagamento do valor do lance mais a comissão, através de Cheque Administrativo no escritório da Unileilões . Caso o pagamento seja efetuado através de transferência bancária, depósito ou boleto, o arrematante deverá enviar via fac-símile ou e-mail o recibo de pagamento digitalizado objetivando a emissão de Nota de Venda, que deverá ser retirada na sede da Unileilões, no dia seguinte. Em casos que sejam permitidos o envio de Nora de Venda via Sedex, o arrematante deverá providenciar o pagamento do custo de envio. Com a Nota de Venda em mãos, o arrematante deverá procurar o local onde estão depositados os bens, na data marcada, conforme condições de venda do leilão, para retirada do lote arrematado. O USUÁRIO que não honrar a arrematação, deixando de realizar o pagamento no prazo estipulado nas normas, ou realizando o pagamento após o prazo permitido, será marcado no cadastro como INADIMPLENTE, não poderá mais participar dos leilões online da Unileilões  e ficará sujeito as penalidades previstas nas Normas e Condições de Pagamento divulgadas no catálogo do leilão.